Vacina do futuro chegará pelo correio e será autoaplicável


17/09/2018

Um grupo de 14 cientistas de universidades norte-americanas, canadenses e israelenses anunciou a criação de uma vacina experimental contra a gripe, que promete revolucionar o modo como conhecemos a imunização.

O bioquímico Darrick Carter, do Instituto de Investigação em Doenças Infeciosas de Seattle, nos Estados Unidos, combinou três tecnologias para desenvolver uma injeção autoaplicável de ação intradérmica (entre a derme e a epiderme). O estudo foi publicado no último dia 12 de setembro, na revista científica Science Advances Immunology.

Após testes realizados em animais, foram imunizadas 100 pessoas sem registro de efeitos adversos. Segundo os pesquisadores, a vacina poderá ser enviada pelo correio para autoadministração, o que aliviaria as filas nos postos de saúde em caso de surto ou pandemias.

A maioria das vacinas existentes no mercado é de injeção subcutânea, podendo somente ser administrada por um profissional com conhecimentos médicos. O método desenvolvido pelos pesquisadores consiste no uso de uma microagulha capaz de penetrar nos tecidos profundos e vasos sanguíneos.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico



◂ VOLTAR