RIVOTRIL É O MEDICAMENTO MAIS RECEITADO NO BRASIL


11/04/2014

Rivotril ultrapassa fármacos para hipertensão e diabetes em número de receitas Rio - O calmante Rivotril é o medicamento mais receitado no Brasil, e ultrapassa fármacos para tratar hipertensão e diabetes em número de prescrições. Além disso, no ranking dos 20 medicamentos mais indicados por médicos, há outros três relacionados à saúde mental. Especialistas alertam que o uso indiscriminado de ansiolíticos pode causar dependência e trazer efeitos colaterais ao paciente. Os números são de pesquisa inédita da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos). Os remédios que constam no levantamento foram prescritos entre fevereiro de 2013 e o mesmo mês deste ano. Foram 1,38 milhão de prescrições do Rivotril. Atrás dele, estão Losartana Potássica, usada para hipertensão arterial (1,37 milhão), e o Glifage, utilizado para tratamento de diabetes (1,13 milhão). Segundo especialistas, ocorre no Brasil prescrição excessiva e, em alguns casos, sem necessidade Para a psiquiatra da Associação Brasileira de Psiquiatria Katia Mecler, ocorre, no país, prescrição excessiva e, em alguns casos, sem necessidade. Ela alerta que o Rivotril pertence a uma classe de medicamentos que pode causar dependência física e até crise de abstinência quando o uso é interrompido. “A pessoa pode desenvolver tolerância, igual ao álcool, e precisar de doses cada vez maiores”, explica. “Eu prescrevo Rivotril, mas é preciso critério”. Segundo Katia, o fármaco é indicado a pacientes com casos acentuados de ansiedade, normalmente associados a sinais como sudorese, medo, angústia e tontura. Entre os efeitos colaterais, estão sonolência ao longo do dia. “Somente o médico pode prescrever. Não se deve aceitar ‘recomendação’ de amigos”, disse. Os outros medicamentos para tratar ansiedade ou depressão foram: Alprazolam, Clinazepam e Sertralina.



◂ VOLTAR