Quais são os tipos de alergia?


06/10/2014

Existem diferentes tipos de alergia. Uma delas é a rinite, inflamação no nariz que o deixa entupido. Causa crises de espirro, secreção e coceira nasal. Muitas vezes, está associada a conjuntivite alérgica, que se manifesta com coceira, lágrimas e vermelhidão dos olhos. A sinusite é outra inflamação na face que gera dor de cabeça e catarro. Na infância, é comum ter tosse e dificuldade de eliminar as secreções.

Já a asma ou bronquite (inflamação dos brônquios) causa falta de ar e tosse. Pode melhorar na vida adulta. Em geral, poeira, mofo, cheiros fortes como perfume e fumaça de cigarro e mudança brusca de temperatura podem aumentar os sintomas. Outro tipo de alergia é a que ocorre na pele. A dermatite atópica, por exemplo, causa lesões avermelhadas, descamação, coceira e ressecamento. Aparecem geralmente na face, pescoço, dobrinhas e tórax na infância. É o caso mais comum em bebês e crianças pequenas, afetando 85% delas aos 5 anos.

Alimentos, como leite de vaca, clara de ovo e crustáceos, também podem causar alergia e dar diversas reações, como a presença de sangue nas fezes, dor abdominal, vômitos, diarreia, urticária (placas vermelhas que coçam muito), pálpebras e lábios inchados, coceira nos olhos, falta de ar e queda de pressão.

NÃO É DOENÇA

A alergia é uma maneira de o organismo reagir a algo que não lhe faz bem. No entanto, pode se transformar em doença quando os sintomas são exagerados, como o caso da asma.

O tratamento depende de como as reações se manifestam. Precisa ir ao médico para saber qual tipo de remédio tem de usar e quais mudanças precisam ser feitas.

Animais também têm alergia a alimentos, poeira, perfume, tecidos, entre outras coisas. Maria Eduarda Farias Falconi, 9 anos, comeu carne de porco e ficou com bolinhas pelo corpo. Por isso, acredita que tem alergia ao alimento. “Meu primo e meu irmão não podem tomar leite, passam mal”, lembra a garota, que tem curiosidade de saber quais são os tipos de alergia que existem. “Pode ser perigoso.”

Número de casos tem aumentado

Filhos de pais alérgicos têm maior risco de desenvolver alergias ao longo da vida. Acredita-se que fatores ambientais, tipo de amamentação, de parto e a exposição a micro-organismos também influenciam.O número de casos aumenta a cada ano. Segundo especialistas, diversos motivos estão associados, como a poluição nos centros urbanos, menor contato com a natureza, menos espaço nas casas e mais estofados de tecido, além de carpetes, cortinas e bichos de pelúcia. Há também menos tempo e ambientes para brincar e praticar atividades físicas, além de maior quantidade de fumantes.

 



◂ VOLTAR