Preços dos remédios contra gripes e resfriados podem variar em até 215%


18/06/2018

As primeiras frentes frias do ano, que anunciam a proximidade do inverno, provocam mais do que quedas nas temperaturas. Trazem com elas o aumento da incidência de doenças respiratórias, tosse, gripe e dor de garganta. O cenário, que se repete todos os anos, provoca o aumento das consultas em hospitais e postos de saúde e o consequentemente reflexo nos gastos com os tratamentos.

Para medir este crescimento, a plataforma Consulta Remédios realizou uma pesquisa com cerca de 2.800 farmácias de todo o Brasil. No levantamento, identificou um aumento médio de 38,46% nas buscas por informações de medicamentos usados para tratar doenças típicas do inverno no último mês de maio, com relação ao mês de abril.

Segundo os números do Consulta Remédios, houve aumento nas buscas por antigripais (47,85%), remédios para dor de garganta (28,64%), anti-inflamatórios (39,47%), doenças respiratórias (28,82%), expectorantes (5,74%) e remédios para a tosse (80,24%).

“Com a diminuição das temperaturas, os consumidores buscam mais informações sobre os medicamentos indicados pelo médico. E a nossa plataforma, além dos preços dos remédios praticados nas farmácias, traz as informações da bula, contraindicações e modo de usar”, explica Paulo Vion, CEO do Consulta Remédios.

Para se ter uma ideia, o expectorante Cloridrato de Ambroxol, indicado para o tratamento de doenças broncopulmonares agudas, registrou um aumento de 500% nas buscas entre os meses de abril e maio. E os preços também variam muito. O mesmo medicamento, que em uma farmácia é ofertado a R$ 6,17, pode ser encontrado em outro estabelecimento por R$ 19,44, uma diferença de 215%.

Outro medicamento utilizado como antitérmico e para o alívio das dores, o Ibuprofeno, pode apresentar uma variação de 304%. Ou seja, a plataforma acaba sendo um grande facilitador para o consumidor, que consegue economizar na hora da compra. Atualmente, mais de 65 mil produtos estão cadastrados na plataforma e o uso é inteiramente gratuito, estando disponível na web, e em aplicativos para IOS e Android.

“Nosso principal objetivo é fazer com que o consumidor seja beneficiado com uma plataforma que é inteiramente gratuita e que pode ajudar na hora em que ele mais precisa, com informações que vão muito mais além que simplesmente o preço”, finaliza Paulo.

Confira a variação de preços de alguns dos remédios mais procurados no Consulta Remédios:

Remédio Menor Preço Maior Preço Variação (%) Benegrip 500 + 30 + 2mg, caixa com 20 comprimidos revestidos (antigripal) 

R$ 18,29 R$  -  27,86          52,32% 

Hytos Plus Xarope 4 + 0,75mg, xarope, frasco com 100ml (tosse) 

R$ 12,58   -       R$ 17,00      35,14% 

Dropropizina – Medley 3mg/mL, caixa contendo 1 frasco com 120mL de xarope + 1 copo medidor (uso adulto) (tosse) 

R$ 6,84   -      R$ 13,10         91,52% 

Naldecon Dia 800 + 20mg, caixa com 3 blísteres com 8 comprimidos (antigripal) 

R$ 28,49  -     R$ 43,19         51,60% 

Strepsils 8,75mg, caixa com 16 pastilhas (dor de garganta)

R$ 11,25   -    R$ 16,35         45,33%

Fonte: O SUL



◂ VOLTAR