Grandes redes de farmácias movimentam R$ 13,5 bi no 1° semestre


08/09/2014

Os não-medicamentos, que compreendem especialmente itens de higiene, perfumaria e cosmética, foram os destaques no balanço do primeiro semestre nas maiores redes de farmácias e drogarias do país. Essa categoria atingiu R$ 4,3 bilhões em vendas no período, de um total de R$ 13,5 bilhões movimentados pelo setor – uma alta de 16,82% sobre o mesmo período do ano passado, ampliando a participação no montante total – de 30,5% para 31,8%.

Os dados compõem levantamento divulgado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), que revelou um crescimento geral nas vendas de 12,04%, na comparação com o mesmo período de 2012.

“Cada vez mais, o consumidor brasileiro vê o canal farma como uma opção atraente para compras de produtos de higiene e beleza e de conveniência, pois está descobrindo que em um só lugar encontra não só remédios, mas também artigos e serviços para seu bem-estar. Aliás, este é uma tendência mundial”, afirma Sérgio Mena Barreto, presidente executivo da Abrafarma.



◂ VOLTAR