CAMINHAR 30 MINUTOS COM A ROUPA DO TRABALHO JÁ MELHORA A SAÚDE DO CORAÇÃO


18/03/2008

Especialista diz: não é preciso equipamentos especiais e muito tempo para ser saudável. Dançar à noite e caminhar por alguns minutos na hora do almoço já ajudam bastante. Acabou a desculpa para não levar uma vida saudável. Doutor em educação física, Luiz Guilherme Porto afirma: bastam 30 minutos de caminhada por dia e sua saúde já agradece. E mais: não precisa ir para a loja de material esportivo e comprar aquele tênis especial projetado pela Nasa: você pode caminhar com a roupa do dia-a-dia, rumo ao trabalho ou na hora do almoço, e os resultados já aparecem. “É muito comum as pessoas responderem que a principal barreira ao aumento da prática de atividade física é o tempo. Isso demonstra o desconhecimento em relação às recomendações médicas atuais”, afirmou Porto. De acordo com ele, bastam 30 minutos diários acumulados de atividade física moderada para melhorar a saúde cardiovascular, a mobilidade e a pressão arterial e para reduzir o risco de câncer, de diabetes, de derrame cerebral, de depressão e de ansiedade. Como são “acumulados”, você pode ou caminhar 30 minutos direto, ou três vezes por dez minutos, ou qualquer forma que agrade mais. “Caminhando 15 minutos pela manhã, de forma moderada, e dançando outros 15 à noite, eu consigo cumprir o mínimo recomendado e assim ter benefícios para a saúde”, diz Porto. O que as pessoas não parecem entender, segundo o especialista, é que “exercício” é diferente de “atividade física”. “Atividade física se considera todo e qualquer movimento com gasto energético superior ao repouso, diferentemente do exercício, que se caracteriza por uma atividade formal, com controle de intensidade, duração e freqüência”, explica ele. A melhor opção, de acordo com ele, é caminhar. “A caminhada moderada é provavelmente a modalidade mais democrática de atividade física”, conta Porto. “Não exige preparação prévia, roupas especiais ou gastos extras. Para a maioria da população é de baixíssimo risco, com benefícios potenciais muito grandes”, diz ele. Apesar disso, é preciso cuidado. Fumantes e pessoas com histórico familiar de problemas cardiovasculares, diabetes ou hipertensão arterial podem precisar de uma avaliação médica prévia. “É bom lembrar que, mesmo nos casos de presença de doenças, uma vez a condição acompanhada e controlada, a prática regular de atividades físicas continua sendo um fator fundamental na promoção da saúde”, explica. Se você quer ter uma vida mais saudável, não precisa se preparar para “suar a camisa”. Para melhorar a maioria dos quesitos de saúde, não é preciso fazer esforço –- basta se movimentar. No entanto, se quiser melhorar o colesterol, você vai precisar aumentar a intensidade e suar um pouquinho. Luiz Guilherme Porto fez seu doutorado na Universidade de Brasília (UnB), onde sugeriu que estimular a população a se exercitar por 30 minutos diários deve ser parte das políticas públicas de saúde do governo, para reduzir os gastos na área. “Há uma urgente necessidade da adoção de políticas públicas de promoção da atividade física. A eliminação de barreiras arquitetônicas, a iluminação pública e a segurança, entre outros, são fatores que tem grande impacto no nível de sedentarismo de uma comunidade”, afirma ele. O pesquisador entregou um medidor de passos para 19 voluntários homens e acompanhou os resultados que a caminhada teve na saúde deles. O trabalho comprovou a melhoria no funcionamento cardiovascular com a caminhada de 30 minutos.



◂ VOLTAR