Anvisa aprova primeiro genérico brasileiro de prevenção do HIV


25/06/2018

Medicamento será distribuído pelo SUS

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de registrar o primeiro genérico para prevenção da infecção pelo vírus HIV fabricado no Brasil. O medicamento, composto por dois fármacos (entricitabina e tenofovir) foi desenvolvido pela Blanver e, quando tomado diariamente, pode ser mais um elemento para redução das chances de se contrair a doença. A fórmula bloqueia a ação das enzimas que permitem ao RNA se replicar nas células hospedeiras, diminuindo a carga viral no corpo do paciente.

O medicamento deverá ser distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a partir do segundo semestre do ano, por meio de uma Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP) já aprovada. O laboratório transferirá a tecnologia e o conhecimento para a produção do medicamento ao Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), braço da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). E, também, prevê disponibilizar o medicamento para a venda em canais privados.

“A Blanver é uma empresa nacional que sempre se norteou pela qualidade e inovação, e que viabilizará a produção e distribuição no Brasil de um medicamento importante para ajudar no combate de novas incidências da doença, a um custo mais acessível”, explica o CEO da Blanver, Sérgio Frangioni.

Inicialmente, o genérico será direcionado, principalmente, aos cidadãos que estão em grupos de risco. Segundo o Ministério da Saúde, as maiores incidências da doença estão entre homens que fazem sexo com homens (10,5%) e usuários de drogas (5,9%).

Fonte: Assessoria de Imprensa Blanver (Economídia)
Foto: Shutterstock



◂ VOLTAR